Como parte do projeto estratégico de gestão, o Grupo Fleury, de medicina diagnóstica, passou a utilizar a plataforma de construção e certificação de unidades de atendimento sustentáveis – uma alternativa para a redução do impacto ambiental associado ao ritmo de expansão da empresa. Entre as unidades selecionadas para obter essa certificação está a Fleury Alphaville, da marca Fleury Medicina e Saúde. A redução do consumo de água e de energia é uma das propostas do projeto, feito em parceria com os principais stakeholders.

GRUPO FLEURY

Adriana Seghesi Elias Gonçalves – coordenadora de Sustentabilidade do Grupo Fleury
Daniel Marques Périgo – gerente sênior de Sustentabilidade e Segurança Ocupacional do Grupo Fleury

CONTEXTO

A fim de incentivar mudanças no setor da construção civil para adequação às agendas de sustentabilidade, foram desenvolvidos, em vários países, sistemas de certificação ambiental de edificações. São voltados principalmente para questões relativas ao consumo de recursos naturais e aos impactos no ambiente. Essas ferramentas são denominadas selos verdes.

Com 7.000 m² de área total, a unidade Fleury Alphaville é a segunda maior do Grupo e teve todas as etapas de construção norteadas por padrões de sus-tentabilidade, de acordo com as exigências da certificação LEED – Leadership In Energy & Environmental Design. O LEED é um sistema métrico de critérios para certificação dos chamados “prédios verdes”, criado em 2000 pelo U.S. Green Building Council.

O objetivo do LEED é aumentar a eficiência com a qual prédios e suas áreas utilizam e aproveitam energia, água e outros materiais, além de reduzir o impacto da construção civil sobre a saúde humana e o ambiente. O processo é feito por meio da definição e avaliação de critérios que incluem, além da localização e layout da unidade, uma série de controles envolvendo todas as fases do ciclo de vida do edifício, desde a sua construção até a operação e manutenção. Para isso, são necessárias estratégias e soluções de engenharia e arquitetura bem planejadas e definidas, capazes de reduzir os impactos ambientais gerados pela edificação durante sua vida.

A Unidade Sustentável Fleury Alphaville, de Barueri (SP), foi certificada no nível Gold do selo LEED na categoria novas construções. A pontuação alcançada incluiu a adequação da construção às regras de eficiência energética e ambiental do U.S. Green Building Council. Para emitir a certificação, foram avaliados seis critérios: Sites Sustentáveis; Consumo de água; Energia e Atmosfera; Materiais e Recursos; Qualidade Interna do Ambiente; e Inovação.

Desde o alicerce até a cobertura, todas as etapas de planejamento e construção do edifício foram norteadas por rigorosos padrões de sustentabilidade. Na ambientação, foi usada somente madeira certificada, além de tintas à base de água. Foram selecionados materiais reciclados ou recicláveis e de rápida renovação na natureza, tais como pastilhas de casca de coco, com prioridade para a compra de materiais localizados em um raio de 500 Km do edifício. A unidade possui um “telhado verde” para reduzir o efeito de ilhas de calor, bem como sistema de ar condicionado inteligente, vidros de alta eficiência térmica e equipamentos eletrônicos com selo “Energy Star”. Durante toda a obra a prática da coleta seletiva esteve implementada, de modo a evitar o direcionamento de materiais recicláveis aos aterros. Essa prática continua presente na operação diária das atividades.

A iluminação conta com sensores de desligamento automático e medidores de consumo energético em tempo real. Foi implantado ainda um processo de captação de água pluvial para os banheiros e instaladas descargas dual flush e aeradores nas saídas das torneiras. O paisagismo da unidade foi feito com plantas resistentes, que necessitam de um mínimo de irrigação.

A preocupação da certificação LEED se estende além do impacto ambiental e prioriza também um ambiente interno mais saudável para seus ocupantes. Por isso, todos os dutos foram protegidos contra o acúmulo de poeira durante a construção e as trocas de ar interno são monitoradas e controladas. Os colaboradores que atuam na unidade também receberam um treinamento especial para entender melhor os diferenciais sustentáveis da edificação.

A fim de estimular a adoção de práticas sustentáveis junto aos clientes, a unidade conta com vagas exclusivas para caronistas e bicicletário, painéis de comunicação que apresentam os seus diferenciais. Existe ainda um espaço de atendimento infantil no qual a temática da sustentabilidade é apresentada.

A unidade Fleury Alphaville foi a segunda unidade sustentável da marca. A pioneira foi a unidade Fleury Rochaverá, que obteve a certificação nível Gold em 2009. Mais recentemente, em 2015, a unidade Fleury Ponte Estaiada obteve a certificação LEED Platinum, sendo o primeiro edifício de saúde da América Latina a obter o selo nesse nível.

SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADO

O Grupo Fleury também foi pioneiro na área de medicina diagnóstica na implantação de um Sistema de Gestão Integrado certificado pelas normas ISO 9001:2000 (Gestão da Qualidade) e ISO 14001 (Gestão Ambiental), que hoje já abrange a quase totalidade dos estados nos quais o grupo atua. A empresa também se destaca na publicação de inventários de emissões de gases de efeito estufa, prática implantada desde 2010, e que reflete a preocupação da companhia com a qualidade, o meio ambiente, a melhoria contínua dos pro-cessos e a sustentabilidade. O inventário é elaborado e registrado publicamente junto ao GHG Protocol Brasil, e também serve de base para o preenchimento voluntário dos quesitos do CDP (Carbon Disclosure Programme), questionário voltado aos investidores interessados no impacto das empresas sobre o clima. Tais práticas estão fundamentadas na missão da empresa e refletem o compromisso do Grupo Fleury com o desenvolvimento sustentável.

Seguindo o padrão de outras unidades, a unidade Fleury Alphaville foi incluída no escopo de certificação do Sistema de Gestão Integrado, baseado nas normas ISO 9001 e ISO 14001. O ponto de atendimento é frequentemente avaliado em auditorias internas e externas que verificam a manutenção dos padrões ambientais estabelecidos pelo Grupo Fleury. Foram implementados programas de gestão ambiental voltados à redução do consumo de água, energia e papel. Faz parte também do escopo a minimização da geração de resíduos. Esses programas têm metas que são revistas anualmente e seu desempenho é monitorado mensalmente.

Com relação aos resultados nos índices de consumo de recursos naturais, as medidas adotadas levaram a uma redução no consumo de água inicialmente previsto para a unidade da ordem de 36%. Quando comparada a outros pontos de atendimento da marca Fleury de mesmo porte e mix de serviços semelhantes, verifica-se que a unidade consome 40% menos água potável.

Já com relação à eficiência energética – pré-requisito da certificação e um grande desafio para ambientes segmentados e com grande quantidade de equipamentos técnicos, como os da saúde – as simulações feitas indicaram que as medidas adotadas proporcionaram uma redução de 13% no consumo de energia previsto para a unidade. Esse consumo, quando comparado a outras unidades do grupo, é 26% menor. Em 2015, houve uma redução adicional de 3% no uso de energia elétrica, em relação ao ano anterior. O Grupo adquiriu ainda Renewable Energy Certificates (REC’s) proporcionais ao consumo energético da unidade durante a sua construção.

Outro item de destaque no programa é a redução nos custos de operação e manutenção e de seus impactos ambientais. A construção de um edifício sustentável proporciona outros benefícios, como a valorização da imagem corporativa e a melhoria da produtividade no ambiente de trabalho. Os ganhos estratégicos, como o diferencial frente à concorrência e o reconhecimento no mercado também estão presentes. Somam-se a esses, os ganhos internos, relacionados à melhor qualidade de vida e saúde dos colaboradores. A experiência da Fleury Alphaville permitiu também a replicação de práticas sustentáveis em processos de construção e reformas de outras unidades do Grupo Fleury, mesmo que não certificadas pelo LEED, trazendo benefícios de maior amplitude para a organização.

PERFIL

Fundado em 1926, o Grupo Fleury é uma das maiores e mais respeitadas empresas de medicina diagnóstica e saúde do país. Com 90 anos de história, é reconhecido pela opinião pública e comunidade médica em virtude da excelência em serviços ao cliente, qualidade técnica e inovação. Presente em seis estados – São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sul, Bahia, Pernambuco e no Distrito Federal – o Grupo conta atualmente com cerca de 140 unidades de atendimento, 8.600 colaboradores e 1.700 médicos, distribuídos em suas seis marcas: Fleury Medicina e Saúde, a+ Medicina Diagnóstica, Labs a+, Clínica Felippe Mattoso, Weinmann Laboratório e Diagnoson a+.

A empresa oferece 3.700 diferentes testes em 37 especialidades diagnósticas e, anualmente, realiza mais de 55 milhões de exames. Possui, ainda, linhas de atuação focadas em instituições hospitalares – hoje já está presente em 17 hospitais do país – e na prestação de serviços de promoção de saúde para empresas e exames de média e alta complexidade para outros laboratórios. Sua receita bruta anual ultrapassa os R$ 2 bilhões. Em 2009 o Grupo abriu o capital e desde 2013 figura na carteira de empresas participantes do ISE – Índice de Sustentabilidade Empresarial – da BM&FBOVESPA. Sua atuação em aspectos de sustentabilidade vem desde a década de 1990 e abrange uma visão holística do tema. Fazem parte desta atuação o sistema de gestão ambiental, as iniciativas de cidadania corporativa, as plataformas de diálogo e relacionamento com stakeholders, o programa de diversidade e qualidade de vida dos colaboradores e os programas de ética e compliance, entre outros.